Guia para organizar a primeira viagem ao exterior

Você finalmente juntou dinheiro, arranjou uma companhia animada e decidiu que 2019 será o ano para dar o play na sua primeira viagem internacional. Mas aí surgiu aquela dúvida: por onde eu começo a planejar o passeio fora do Brasil? Pode ficar tranquilo! Já enfrentei a mesma coisa e preparei um passo a passo para te ajudar até o embarque no aeroporto.

Então, prepare papel e caneta para anotar cada etapa do checklist primeira viagem internacional 2019:

  1. Tire o passaporte:

Você pode até explorar os países do Mercosul só com a carteira de identidade, mas por que perder a oportunidade de começar a colecionar carimbos no passaporte? Apesar de parecer pequeno, cada figura faz parte das lembranças de viagem. Então, acesse o site da Polícia Federal para dar início ao procedimento de solicitação do documento. Será preciso preencher o formulário, pagar uma taxa de R$ 257,25 e agendar o atendimento na unidade da PF.

  1. Verifique se o destino escolhido exige visto e vacinas

Com o passaporte em mãos, é a hora de escolher o país (ou países!) que pretende visitar e checar se a imigração exige visto prévio para autorizar a entrada no destino. A consulta pode ser feita no site da embaixada ou do consulado. Até o momento, não existe essa obrigatoriedade para visitar como turista a Europa, parte da África e da Ásia, pois o visto será concedido na chegada ao aeroporto. Veja a lista com os lugares que não exigem pré-visto para brasileiros.

Além disso, é preciso verificar se o país requer a imunização de vacina contra a febre amarela para liberar a entrada do visitante. A pesquisa deve ser feita diretamente no site da Anvisa. Caso seja necessária a comprovação da vacina, será preciso emitir o certificado internacional de vacinação ou profilaxia (CIVP). Veja como providenciar o documento.

  1. Faça o seu orçamento de viagem e compre moeda

Com a burocracia resolvida, é a hora de conferir a média de custos com alimentação, transporte e passeios no destino escolhido. O portal Quanto Custa Viajar oferece informações detalhadas de despesas em várias cidades do Brasil e do mundo para ajudar com a tarefa. Depois de definir o gasto médio por dia e fazer as contas da quantia total necessária para se bancar, programe-se para comprar aos poucos a moeda estrangeira até a data da viagem.

Caso decida levar o cartão de crédito para emergências, não esqueça de entrar em contato com o banco para avisar sobre a viagem e liberar o uso do cartão fora do país. Do contrário, a tarjeta pode ser bloqueada e te deixar na mão.

  1. Pesquise atrações turísticas para montar seu roteiro

Anote os pontos turísticos que sempre sonhou em conhecer no destino de viagem. Procure outros passeios na internet que tenham a ver com seu perfil e acrescente na lista. Depois verifique no mapa da cidade as atrações próximas para programar as visitas por região e assim organizar cada dia de roteiro. Na empolgação, cuidado para entulhar cada minuto com atividades. Deixe tempo livre para programações inesperadas!

  1. Comprar passagens

Após tanto planejamento, chegou o momento de abrir os sites de busca e começar a caça por passagens para o período da viagem. Consulte em várias plataformas, pois os bilhetes e horários disponíveis variam em cada um. Lembre-se de utilizar uma janela anônima para os melhores preços não fiquem escondidos e tenha flexibilidade em relação às datas de embarque.

  1. Reserve a hospedagem

Se já sabe o dia de chegada e retorno, agora só resta encontrar a acomodação perfeita para o seu estilo de viagem. Use sites de reserva como o Booking e Hoteis.com para checar as opções disponíveis e salve os favoritos. Depois verifique críticas, avaliações e até fotos reais de clientes no TripAdvisor para evitar cair em alguma espelunca.

Além dos hotéis tradicionais, hoje também existe a alternativa de se hospedar na casa de outra pessoa pelo AirBnB. O site permite alugar só um quarto na casa do anfitrião, mas também tem opções para alugar um imóvel inteiro. Se ainda não tem cadastro, acesse por este link e ganhe crédito de R$ 130!

  1. Veja o clima na época da viagem e prepare roupas

Saber a estação do ano, temperatura média e a previsão de chuvas é essencial para não errar na hora de arrumar a mala. Pesquise essas informações com antecedência para ter tempo de pedir emprestado ou mesmo comprar os itens necessários, especialmente se a viagem for para locais frios. Uma boa opção para comprar roupas especiais de frio aqui no Brasil sem pagar caro é procurar nas seções de trekking e ski da Decathlon.

  1. Prepare seus equipamentos eletrônicos

Cada país funciona com uma voltagem diferente e tem um padrão de tomada próprio. Para conseguir carregar o seu celular, câmera fotográfica e demais aparelhos eletrônicos será preciso um adaptador universal. Nem precisa sair de casa para procurar. É possível comprar baratinho aqui no Brasil por sites como Americanas e Submarino.

Além disso, como você vai ficar a maior parte do dia turistando na rua compensa investir em um carregador de bateria portátil para não ficar sem o celular durante as suas andanças. Nunca se sabe quando aquele clique perfeito de viagem vai acontecer ou quando será preciso de uma mãozinha do Google Maps para se localizar na cidade!

  1. Reunir a documentação necessária para imigração

Antes de embarcar, junte toda a papelada que deverá ser apresentada na imigração do aeroporto de destino para comprovar que deseja visitar o país a turismo e por tempo limitado. Além do passaporte, os documentos mais pedidos são:

  • passagens de ida e volta;
  • reserva de hotéis ou carta convite da pessoa que vai te receber;
  • holerites (para quem tem emprego fixo);
  • contrato social ou registro da empresa (para empresários);
  • declaração ou matrícula da escola (para estudantes);
  • dinheiro local;
  • extratos bancários para comprovar recursos suficientes para bancar a viagem.

A lista varia de país para país. Então, sempre confira as principais orientações no site da embaixada ou consulado. Coloque todos os documentos em uma pasta e carregue com você a cabine do avião. Não guarde esse material na mala despachada, porque só depois de passar na imigração é que terá acesso à bagagem, okay!?

  1. Adquirir seguro viagem

A gente nunca sabe quando um acidente vai acontecer ou quando vamos ficar doentes, né!? Esses são imprevistos que podem ocorrer durante uma viagem. Então, é sempre bom ter um suporte para nos ajudar fora do país. Até porque, fora do Brasil, nem todo país dispõe de sistema público gratuito de saúde.

Para entrar em qualquer país da União Européia, por exemplo, é exigido um seguro de saúde com cobertura mínima de 30 mil euros. Óbvio que a gente contrata para não usar, mas se precisar o serviço está à disposição. Faça a cotação e contrate o seu seguro antes de embarcar!

  1. Fazer as malas e embarcar!

Ufa! Depois de tantos preparativos, agora é só fazer as malas, seguir para o aeroporto e se jogar na sua aventura fora do Brasil. Só não esquece de deixar nos comentários se essa lista te ajudou ou alguma outra dica bacana para compartilhar, okay?! Boa viagem!