Guia para ver Londres do alto gastando pouco (ou nada!)

Com uma das moedas mais valorizadas do mundo, a Inglaterra é o destino dos sonhos para muitos viajantes brasileiros. A visita só

acaba sendo adiada por causa do desafio de enfrentar o câmbio desfavorável do real frente à majestosa (vai ter referência à realeza no texto sim!) libra esterlina. Por isso, vou trazer algumas dicas para ajudar a conhecer Londres gastando pouco.

Preciso dizer que não considero a Inglaterra um país caro. Digo do ponto de vista de gasto diário com alimentação, transporte e passeios. Um média de 40 libras por dia é suficiente para aproveitar muito, sem passar aperto.

No entanto, algumas atrações, como a London Eye, podem sair caro para o nosso bolso tupiniquim. O “voo” de 30 minutos na famosa roda-gigante, por exemplo, custa 27 libras. Então, como £1 custa algo em torno de R$5 devido à desvalorização da nossa moeda, resolvi trazer dicas aqui no blog para organizar o roteiro por Londres sem gastar nem um penny, quer dizer, centavo.

E já que citei a London Eye, vamos falar de passeios para os fanáticos por fotografia que vivem atrás do ângulo perfeito para clicar os cartões postais do destino. Anota aí os lugares com as melhores vistas da capital britânica e com entrada gratuita para economizar no orçamento de viagem.

Londres gastando pouco: mirante gratuito do One New Change 

Quem iria imaginar que uma das melhores vistas da catedral de St. Paul estaria no terraço de um shopping. Não precisa comprar nada para entrar. Só pegue o elevador de vidro até a cobertura e se delicie com a paisagem grátis de Londres. Uma dica é deixar para ir perto no fim do dia e esperar o pôr-do-sol. Pode me agradecer depois, okay?!

Endereço: 1 New Change, London, EC4M 9AF 

 

Passeio grátis em Londres: Tate Modern

O museu de arte moderna mais visitado do mundo é também estrategicamente localizado em frente à Millennium Bridge e tem uma plataforma com uma panorâmica privilegiada do Tâmisa. Para conferir o acervo e a vista, você não precisa pagar nada! A propósito, a maioria dos museus em Londres são gratuitos e uma excelente opção de passeio para viajantes econômicos.

Endereço: Bankside, London, SE1, 9TG

 

Atração de graça em Londres: Sky Garden

Um dos edifícios mais altos de Londres oferece uma vista de primeira da Tower Bridge, que reina absoluta nas fotos da terra da rainha. Só é necessário agendar a visita com bastante antecedência, mas você não paga nenhum centavo para subir e curtir o cenário.

Endereço: Sky Garden Walk, London, EC3M 8AF (a entrada fica em 20 Fenchurch Street)

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Dica para gastar pouco em Londres: The Point no Greenwich Park

O Greenwich Park, perto do Royal Observatory, é um ótimo lugar para curtir o skyline de Londres. Para encontrar um espaço menos lotado de turistas e paus-de-selfie, siga dez minutos pela trilha do parque e pare no The Point. A vista é praticamente a mesma, porém você vai poder desfrutar com mais sossego. Quem sabe até fazer um piquenique com as delícias baratinhas compradas nos mercadinhos de Londres, hein?

Endereço: Point Hill, SE10.

 

Passeios baratos em Londres:  Westminster Bridge, Millenium Bridge e London Bridge

Essa vista não é para ver Londres do alto, mas vale a pena. As três pontes oferecem ângulos bacanas para observar os principais cartões-postais da terra da rainha. Da Westminister Bridge, você terá os melhores cliques do Big Ben e da London Eye. A  Millenium Bridge tem um dos ângulos mais bacanas da catedral de St. Paul e a London Bridge é um ótimo ponto de observação dos arranha-céus como The Shard e da Tower Bridge.

 

Bônus: O ingresso é pago, mas é baratinho!
Uma forma de atravessar o rio Tamisa para chegar a Greenwich é o teleférico da Emirates. O bilhete custa menos de 5 libras e você ainda ganha uma paisagem linda de Londres. Além disso, sabia que é possível subir na passarela superior da Tower Bridge? O ingresso custa menos de 10 libras e o lugar garante uma vista privilegiada de prédios icônicos de Londres, como o Walkie Talkie e o The Shard. Depois, se diverta caminhando aleatoriamente às margens do Tâmisa.

Gisele Barcelos

Jornalista por profissão e planejadora compulsiva de viagens. A mesma dedicação que tenho para conseguir um furo de reportagem, também uso para pesquisar sobre novos destinos e roteiros. Amo compartilhar dicas para ajudar quem sonha começar uma aventura, mas não tem ideia de como planejar. Estou sempre em busca do próximo embarque, com uma mala tamanho P e uma playlist caprichada no celular.

Últimos posts por Gisele Barcelos (exibir todos)

Um comentário em “Guia para ver Londres do alto gastando pouco (ou nada!)

Compartilhe suas experiências de viagem aqui: