Como ir de Edimburgo para as Highlands na Escócia

Quando pensamos em uma viagem à Escócia não dá para ignorar as referências ao filme Coração Valente e à história de William Walace na luta por liberdade dos clãs nas Highlands, a parte selvagem do país. Então, por que não incrementar o roteiro de férias e conferir pessoalmente os lugares que marcaram o passado escocês?

As Highlands, em português Terras Altas, são uma região rural no norte da Escócia onde no passado imperava o sistema feudal de famílias: os tradicionais clãs escoceses. Muitas batalhas sangrentas por disputa entre os clãs aconteceram no território antes do século XIX e havia grande concentração de habitantes nos campos escoceses, porém com o passar dos anos as pessoas acabaram migrando para as áreas urbanas e deixaram o cenário praticamente intocado.

O passeio pelas Highlands na Escócia não permite somente mergulhar na história e na cultura do país, mas também é repleto de paisagens de tirar o fôlego. O caminho pelas Terras Altas é marcado por pequenos vilarejos com casas de pedra, cercados por montanhas imponentes, castelos e lagos (que na Escócia são chamados de lochs). Ou seja, tudo para garantir excelentes fotografias de viagem. Entre as atrações estão o vale de Glencoe, o castelo Eilean Donan e até o famoso lago Ness.

Se está convencido em ir até às Highlands durante a viagem à Escócia, existem várias formas para organizar o passeio a partir de Edimburgo. Então, além de conhecer os principais pontos turísticos de capital escocesa,  veja como organizar também uma visita às Terras Altas para ver o lado rural do país.

Mais dicas de roteiros de viagem

Como ir de Edimburgo até as Highlands na Escócia: trem e ônibus

É possível fazer o percurso de Edimburgo às Terras Altas usando o transporte público, mas preciso ressaltar que os tempos de deslocamento são longos e os horários de saída restritos.

Além disso, algumas atrações nas Terras Altas ficam literalmente no meio do nada, ou seja, longe das estações de trem e das paradas do ônibus. Então, ao desembarcar, será necessário pensar a logística para o deslocamento a esses locais.

Caso o ônibus ou o trem seja realmente a sua escolha, será preciso ter mais dias de viagem para organizar um roteiro com pernoites nas principais cidades das Highlands. Inverness, Glencoe, Fort William e Stirling podem ser utilizadas como base para conhecer as atrações espalhadas pela área rural da Escócia.

De ônibus, a empresa que atende às principais rotas nas Highlands da Escócia é a CityLink. É possível comprar passagens de Edimburgo para Inverness (cidade base para a visita ao Lago Ness) e depois seguir para Fort William, Glencoe e Stirling com a mesma companhia. A empresa também oferece a possibilidade de chegar até a Ilha de Skye, outro lugar para apreciar paisagens naturais incríveis no país.

>>> VEJA TAMBÉM: Viajando de ônibus de Edimburgo para a Ilha de Skye

Entre Stirling e Edimburgo, a rota é operada por outra empresa de ônibus. A First South East e Central Scotland faz o transporte direto entre as duas cidades e a viagem leva aproximadamente 2h30.

Já de trem, será possível ir de Edimburgo a Stirling e de lá para Inverness ou Fort William. Durante a primavera e verão, uma boa ideia é pegar o Jacobite Steam Train em Fort William e fazer uma viagem panorâmica passando pelo viaduto de Glenfinnam (também conhecido como o trem para Hogwarts para os fãs de Harry Potter) e vários lagos da região das Highlands.

Leia Mais:  Uma viagem pela Inglaterra de Harry Potter

Também há trens de Edimburgo para Fort William, de onde você pode comprar bilhete para Stirling e, a partir daí, embarcar para Inverness. Mas atenção: não há ligação ferroviária entre Inverness e Fort William. O deslocamento entre as duas cidades, até o momento, só pode ser feito por rodovia, seja de ônibus ou carro.

 

Como ir de Edimburgo até as Highlands na Escócia: carro alugado

É possível alugar um carro e fazer uma roadtrip passando nos principais pontos das Highlands pelo caminho. Essa realmente é a opção mais flexível, já que permite escolher onde serão as paradas e quanto tempo ficar em cada lugar.

QUER FAZER UMA ROADTRIP?
Para a locação de veículos no exterior, recomendo o site da Rent Cars, que permite pagar o aluguel diretamente do Brasil em REAIS e ainda PARCELADO. Ótima alternativa para evitar surpresas com a variação de moedas estrangeiras. Clique aqui para fazer a cotação

O único ponto a ser considerado antes de cair na estrada é lembrar que na Escócia, assim como no restante do Reino Unido, a direção é na mão inglesa e as regras de trânsito são diferentes do Brasil. Também é importante providenciar a PID – Permissão Internacional para Dirigir, caso opte pela locação de veículos fora do Brasil.

Além disso, fique atento à época da viagem e à previsão do tempo. Se a visita for no período do inverno (dezembro a fevereiro), lembre-se que existe o risco de neve e isso interfere diretamente nas condições das estradas.

Quem não tem o costume de dirigir com neve é melhor contratar um tour com uma das agências de turismo em Edimburgo para evitar perrengues. Foi justamente o que eu fiz e conto um pouco mais sobre a experiência em seguida.

Excursões para ir de Edimburgo até as Highlands

Há várias agências de turismo em Edimburgo que oferecem excursões de pequenos grupos para as Highlands na Escócia. Entre as opções,  existem tours de um dia até uma semana. O roteiro proposto varia de empresa para empresa e também conforme o tempo disponível para o passeio.

>>> SAIBA MAIS: Passeios e atrações nas Highlands na Escócia

Os tours de um dia de Edimburgo para as Highlands costumam incluir paradas em Glencoe, no Lago Ness e nas ruínas do castelo Urquhart. Outras empresas oferecem rotas que passam por Stirling, pelos lagos das Terras Altas e também por destilarias de uísque na Escócia. Basta conferir a descrição e ver qual mais se encaixa com seus interesses.

As excursões de um dia são uma boa ideia para quem tem pouco tempo, mas é preciso considerar que são bem corridas e não conseguem incluir todos os pontos de interesse nas Highlands na Escócia. Para curtir melhor, escolha um tour de, pelo menos, dois dias pela região das Terras Altas.

A minha opção foi um tour de 3 dias de Edimburgo até as Highlands e a Ilha de Skye, com a empresa Rabbie’s (mas há várias agências com o mesmo formato). O itinerário incluiu não só Glencoe e o Lago Ness, como também permitiu a visita ao castelo Eilean Donan e a uma destilaria de uísque. Tudo sem correria e com acompanhamento de um guia-motorista que conhecia as estradas locais e tinha experiência em dirigir com neve.

Na época, paguei cerca de 100 libras pelo tour de três dias. Acredito que é a alternativa com excelente custo-benefício, por oferecer mais tempo de passeio e um preço acessível. Agora quem tiver com orçamento folgado pode optar por excursões de quatro ou mais dias, que custam a partir de 200 a 350 libras.

Gisele Barcelos

Jornalista por profissão e planejadora compulsiva de viagens. A mesma dedicação que tenho para conseguir um furo de reportagem, também uso para pesquisar sobre novos destinos e roteiros. Amo compartilhar dicas para ajudar quem sonha começar uma aventura, mas não tem ideia de como planejar. Estou sempre em busca do próximo embarque, com uma mala tamanho P e uma playlist caprichada no celular.

Tire dúvidas e compartilhe suas experiências de viagem aqui: