Calcule quanto dinheiro levar para sua viagem ao exterior

Conhecer outros países é o que todos queremos, mas é preciso ser consciente para não extrapolar o orçamento e o sonho virar um pesadelo de dívidas. O maior erro ao planejar uma aventura internacional é se empolgar com um pacote em promoção e levar em conta só a despesa com passagens aéreas e hospedagem, esquecendo os gastos para se locomover, comer, visitar atrações e fazer passeios no lugar.

É claro que não é algo simples calcular o gasto médio de viagem. Os destinos são inúmeros e até mesmo dentro do Brasil os preços variam de uma cidade para outra. A indicação básica do site especializado Viaje na Viagem é o gasto médio de 60 a 75 dólares por dia para se bancar fora do país. Considero uma boa referência, mas não significa que seja uma regra para todo mundo.

Estabelecer uma quantia fixa é bastante complicado porque depende do perfil de cada viajante. Tem gente que quer fazer todos os passeios possíveis ou não resiste a uma balada durante a viagem e ainda há pessoas que só gostam de comer nos restaurantes mais sofisticados.

Por isso, ao invés de simplesmente jogar aqui um valor específico, vou te dar um parâmetro para calcular as suas despesas de acordo com as suas preferências. Para estimar o quanto de dinheiro levar na viagem ao exterior, baseie-se no preço da hospedagem.

calcule quanto dinheiro levar na sua viagem internacional

No meu caso, sou uma viajante econômico-moderada. Geralmente, não animo dividir quartos em hostel, mas sou totalmente a favor de ficar em pequenos hotéis sem firulas. Sou defensora de transporte público e evito, ao máximo, táxi ou uber. Não vou a baladas, mas sempre tento incluir uma programação de teatro no meu roteiro.

Então, somando todos os custos com alimentação, transporte e os rolezinhos, o meu gasto médio por dia é, no máximo, correspondente ao valor que pago de diária no hotel. Já quem tem um perfil mais luxuoso pode calcular um gasto médio por dia equivalente até ao dobro do valor pago na diária da hospedagem.

Por exemplo, uma pessoa com perfil econômico-moderado igual ao meu escolheu um hotel simples e pagou 60 libras na diária do hotel. Então, pode utilizar o mesmo valor para o gasto médio por dia com alimentação, passeios e deslocamento. Já quem tem um estilo mais cinco estrelas e pagou 100 libras na diária pode ter como parâmetro até o dobro dessa quantia para as despesas por dia, já que haverá uma preferência por restaurantes mais caros e pelo uso de táxi ou uber.

Assim, fica mais fácil calcular quanto dinheiro levar para qualquer lugar do mundo, pois geralmente o preço do hotel é compatível ao custo da cidade. É óbvio que, se comprar antecipado no Brasil ingressos e excursões, você pode abater e levar uma quantia de dinheiro menor.

Sites para te ajudar no cálculo dos gastos de viagem internacional

Para quem ainda ficar um pouco inseguro sobre os cálculos, recomendo três sites que reúnem informações sobre o gasto médio de viagem em várias cidades do mundo. Faça a pesquisa e confira se a sua estimativa está compatível com valores apresentados nas plataformas:

  • Quanto Custa Viajar – site totalmente em português que traz a média de gasto diário em cidades do Brasil e do mundo, considerando alimentação, transporte, passeios e hospedagem. Os valores já são mostrados em real. Também existe uma ferramenta que permite inserir o montante que você tem disponível para investir na viagem e o site apresenta uma lista de destinos que cabe no seu orçamento.
  • Expatistan – plataforma colaborativa com preços médios de alimentação, transporte público, entretenimento e aluguel de diversos locais do mundo. O site é totalmente em inglês. Não há muitas informações sobre destinos no Brasil.
  • Numbeo – banco de dados global alimentado de forma colaborativa por pessoas de todo mundo. Além de preços de comida e transportes, reúne taxas de criminalidade, qualidade dos cuidados de saúde, entre outras estatísticas. O site é totalmente em inglês. Não há muitas informações sobre destinos no Brasil.

Gisele Barcelos

Jornalista por profissão e planejadora compulsiva de viagens. A mesma dedicação que tenho para conseguir um furo de reportagem, também uso para pesquisar sobre novos destinos e roteiros. Amo compartilhar dicas para ajudar quem sonha começar uma aventura, mas não tem ideia de como planejar. Estou sempre em busca do próximo embarque, com uma mala tamanho P e uma playlist caprichada no celular.

Últimos posts por Gisele Barcelos (exibir todos)

Compartilhe suas experiências de viagem aqui: